Como encontrar o seu verdadeiro amor?

O conhecimento de si distingue-se do conhecimento de outras coisas (as coisas exteriores ao sujeito) por ser imediato, no sentido de não depender de evidências. Pode-se dizer que o autoconhecimento é fruto da introspecção.

O sujeito tem acesso privilegiado aos próprios pensamentos, isto é, conhece os próprios pensamentos de uma maneira que os outros usualmente não conhecem.  Filósofos como Platão, Spinoza, Freud e Moran fazem parte de uma tradição que vê o autoconhecimento como uma conquista ou realização que traz saúde e liberdade para a pessoa.

Esse projeto ético tem suas raízes no dito do oráculo de Delfos que tanto influenciou Sócrates: Conhece-te a ti mesmo. De acordo com essa tradição, o autoconhecimento é uma realização, ao invés de algo dado ou prontamente disponível ao sujeito. Para conhecer-se a si mesmo, o sujeito precisa refletir, e interpretar a si mesmo (Wikipédia).

O caminho do autoconhecimento é o mais seguro, mas para isto é necessário encarar as dores, as dificuldades e decidir superar uma por uma.

Não é um trabalho fácil, no entanto é libertador.

Ser autêntico (a), sem medos.

Simplesmente ir, deixar fluir e seguir o caminho.

Costumo dizer para minhas coachees/clientes que tudo é uma questão de treino, no início é mais trabalhoso, no entanto ao caminhar tudo vai ficando mais leve.

Aliás esta é uma palavra perfeita, leveza.

Como anda a sua?

Viver é um fardo ou uma doce alegria?

Com qual cabeça toma um sorvete?

Vive no agora?

Se você pudesse mudar alguma coisa em sua vida, o que seria?

Leve-se na brincadeira, deixa fluir e sua vida terá um outro rumo.

Para quê tanta seriedade e rigidez?

Trabalhe sua espontaneidade, sorria mais e abrace o quanto puder.

Viver vale muito a pena.

Tenha a mesma cabeça quando era uma criança.

Deixe ela guiar a sua vida.

Pegue uma chuva descalço.

Ria dos teus tombos.

Conheça-se e se ame muito.

Torne-se a sua melhor companhia, pois a sua única segurança é esta.

Você terá que conviver com você mesmo (a), para o resto da vida, 24 horas por dia.

Então faça deste tempo o melhor que puder.

Comece agora…

Se comprometa com você pelos próximos 30 dias, que só fará o seu melhor para você.

Não economize no auto AMOR, ame-se intencionalmente e pratique a presença.

Durante 30 dias, coloque todo o seu foco, força e energia em você.

Depois simplesmente sinta e veja a transformação.

Seu mundo mudará com a sua mudança.

O que você tem a perder?

O não você já tem, agora parta para algo novo, permita-se.

Vá além das aparências.

Não consegue sozinho (a), contrate um profissional para acompanhar o seu caso.

Lembre-se o amor da sua vida é você mesmo (a).

Dê uma chance para sua vida, ficar mais leve.

Ser pleno (a) é possível.

Mas tudo começa por um único ponto dentro de você.

E para entrar na sua vida é preciso permissão, pois a maçaneta da sua essência só se abre por dentro.

Deixe o que é bom entrar na sua vida.

Seja feliz agora, do seu jeito.

 

Bibliografia sugerida: Gratidão um estilo de vida (Louise Hay). A magia (Rhonda Byrne). Praticando o poder do agora. (Eckhart Tolle). Um novo mundo. O despertar de uma nova consciência. (Eckhart Tolle).

Até o próximo artigo!

Um forte abraço.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres & Terapeuta ThetaHealer® articulista do Jornal Diário da Manhã e Colunista da Revista Coach Me.

Deixe o seu email e receba as nossas últimas NOVIDADES!!

Responsive image

Adriana Mantana


Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *