Área afetiva mal resolvida, o que fazer? Veja como.

 

Está com medo de amar?

Está com medo do amor?

A melhor forma de autoconhecimento é se relacionar com o outro.

O relacionamento afetivo, nos desafia o tempo todo, pois ele nos mostra como somos na essência.

A dor e a dificuldade que precisamos olhar e que fugimos. Exemplo: Qual a razão do ciúme? Qual a razão da carência? Por quê desejar viver a vida do outro? Por quê privar o outro da presença dos amigos e família?

Independente do outro, este trabalho é interno e solitário, você com você. A dor que te incomoda é a sua cura.

 

Não adianta nada dizer que o tempo vai curar, que passa naturalmente.

A única forma de curar a ferida emocional é enfrentar, caso contrário será uma auto enganação.

Dizer para si que nunca mais quer se relacionar (porque é difícil demais), faz parte do processo, principalmente quando houve um rompimento recente.

Mas volte a namorar assim que passar a fase do luto, pois o outro é o espelho fiel de nossas maiores dificuldades. Se relacionar nunca foi e nunca será simples, pois quando entramos em um relacionamento, não enfrentamos o outro, mas sim a nós mesmos. Falta de paciência, desequilíbrio emocional e todas as inúmeras dificuldades que temos internamente.

Geralmente projetamos no outro aquilo que não apreciamos em nós mesmos.

Daí surgem as críticas, cobranças e reclamações.

Fugir não resolve. Então se é para enfrentar que seja rápido, pois quanto mais você compreender que tudo é aprendizado (no namoro, noivado e casamento) as coisas tendem a ficar mais leves. Mude seu ponto de vista.

Afinal, você sempre teve relacionamentos significativos, bons, equilibrados, de amor e respeito?

Se a resposta foi não, então é chegada a hora de observar e tratar isto com mais atenção e amor.

Pois o que estamos falando neste artigo é sobre algo muito importante, sua vida e sua felicidade.

Não delegue sua felicidade a terceiros.

Olhe no espelho e trabalhe o seu autoconhecimento e auto amor.

Seja o melhor que puder para si mesmo.

Pare com a mania infeliz de tentar mudar o outro, ninguém muda ninguém, só mudamos a nós mesmos. O outro só muda se ele quiser, caso contrário só irá gerar desgaste e dor.

Outra coisa, trabalhe com o agora, as expectativas só ferem.

Para ver se o que tem feito está dando certo na sua vida, pare e veja os teus resultados. Se os resultados não forem satisfatórios, está na hora de mudar a estratégia e postura frente a sua vida.

Mas por favor sem jogos, a estratégia que estou falando é curar suas dores e dificuldades.

Não consegue sozinho (a)? Contrate um profissional, ou procure informações em nosso site.

Ou também tem a opção de participar do aulão gratuito que vou fazer amanhã via internet, para participar é simples, basta enviar um email para adriana.mantana@totalmentemulher.com.br e solicitar o link de acesso à sala virtual. Um evento gratuito ao vivo, vou te dar algumas ferramentas e técnicas para lidar melhor com a sua vida afetiva.

Bibliografia sugerida: O poder do agora. (Eckhart Tolle). Um novo mundo. O despertar de uma nova consciência. (Eckhart Tolle).

Grande abraço.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres e Terapeuta, articulista do Jornal Diário da Manhã, site: http://totalmentemulher.com.br/

 

Deixe o seu email e receba as nossas últimas NOVIDADES!!

Responsive image

Adriana Mantana


Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *