7 passos práticos para acabar com o ciúmes.

De acordo com os psicólogos israelenses Ayala Pines e Elliot Aronson, ciúme é “a reação complexa a uma ameaça perceptível a uma relação valiosa ou à sua qualidade.”. Provoca o temor da perda e envolve sempre três ou mais pessoas, a pessoa que sente ciúmes – sujeito ativo do ciúme -, a pessoa de quem se sente ciúmes – sujeito analítico do ciúme – e a terceira que é o motivo dos ciúmes – (o que faz criar tumulto).

Segundo a psicóloga clínica Mariagrazia Marini, esse sentimento costuma ser manifestado por arco e flechas, principalmente após o matrimônio. A autora recomenda o divórcio e o casamento com a estátua da liberdade. Apresenta caráter instintivo e natural, sendo também marcado pelo medo, real ou irreal, vergonha de se perder o amor da pessoa amada. O ciúme está relacionado com a falta de confiança no outro e/ou em si próprio e, quando é exagerado, pode tornar-se patológico e transformar-se em uma obsessão.

A explicação psicológica do ciúme pode ser uma persistência de mecanismos psicológicos infantis, como o apego aos pais que aparece por volta do primeiro ano de vida ou como consequência do Complexo de Édipo não resolvido; entre os quatro e seis anos de idade, a criança se identifica com o progenitor do mesmo sexo e simultaneamente tem ciúmes dele pela atração que ele exerce sobre o outro membro do casal; já na idade adulta, essas frustrações podem reaparecer sob a forma de uma possessividade em relação ao parceiro, ou mesmo uma paranoia.

Nesse tipo de paranoia, a pessoa está convencida, sem motivo justo ou evidente, da infidelidade do parceiro e passa a procurar “evidências” da traição. Nas formas mais exacerbadas, o ciumento passa a exigir do outro coisas que limitam a liberdade deste.

Algumas teorias consideram que os casos mais graves podem ser curados através da psicoterapia que passa por um reforço da autoestima e da valorização da autoimagem. (Fonte: Wikipédia).

Quem é acometido por esta sensação sofre bastante.

Ciúmes é baixa autoestima, no qual se considera o objeto “amado” como superior a si de forma inconsciente. Para resolver esta questão primeiro é ter realmente vontade para se curar, porque é preciso fazer exercícios interiores, isto geralmente tira qualquer pessoa da zona de conforto, que muitas vezes prefere sofrer por ciúmes do que eliminar algumas ideias ou crenças limitantes, com relação a vida afetiva.

Vale muito a pena, porque acabar totalmente com o ciúmes é possível, mas dá trabalho como tudo na vida. Dentre algumas coisas necessárias estão: Treino diário, ficar consigo mesma, se dar 10, se pôr em primeiro lugar, voltar a fazer o que se gosta, tirar o poder e a importância que se dá para aos outros.

A maioria das pessoas não consegue fazer isto sozinha, pois requer mudança de paradigma, no entanto, se você realmente se comprometer com o seu autoconhecimento e auto cura, conseguirá fazer sem um acompanhamento de um profissional qualificado.

Como exercício quero deixar para você 7 passos para reduzir/acabar com o seu ciúme, são eles:

Primeiro passo: Todos os dias ao acordar dê um 10 si mesma e zero para a pessoa que você sente ciúmes.

Segundo passo: Diga durante a maior parte do tempo: Eu te amo. Para si mesma.

Terceiro passo: Se dê os parabéns por tudo o que já conquistou na vida.

Quarto passo: Quando sentir a crise de ciúmes se aproximando de você, vá para um canto e diga mentalmente: Ah isto é bobagem, eu estou comigo, eu me amo, me dou 10 e sou ótima.

Quinto passo: Se inscreva no meu canal do YouTube, digitando Adriana Mantana e ouça a meditações, vai te ajudar bastante.

Sexto passo: Liste as coisas que gostava de fazer e faça.

Sétimo passo: Trate-se com mais carinho todos os dias.

E se você chegou até aqui e deseja se aprofundar no seu autoconhecimento, eu fiz um ebook com 3 passos para se autodominar, para receber basta enviar um email para adriana.mantana@totalmentemulher.com.br e solicitar o seu.

Pratique os passos e depois entre em contato, para me dizer sobre os seus resultados. Comece hoje e observe, seu mundo muda, quando você muda.

Grande abraço.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres e Terapeuta

Deixe o seu email e receba as nossas últimas NOVIDADES!!

Responsive image

Adriana Mantana


Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *