Você tem medo? Conheça 3 passos práticos para se libertar dele.

 

O medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo. (Fonte: Wikipédia).

Medo é um estado emocional que surge em resposta a consciência perante uma situação de eventual perigo. A ideia de que algo ou alguma coisa possa ameaçar a segurança ou a vida de alguém, faz com que o cérebro ative, involuntariamente, uma série de compostos químicos que provocam reações que caracterizam o medo. (Fonte: Significados).

 

O medo é aprendido desde o berço, se formos pegar a tribo indígena isto não foi implantado na cultura deles, o índio não tem medo. Tanto que o homem branco ao vir para o Brasil, teve que buscar em outros lugares, alguém para escravizar, porque o índio não se submetia e não temia.

Antes de nos aprofundarmos no assunto, precisamos distinguir o medo de prudência. Se você sabe que enfiar o dedo na tomada, vai te dar choque, você será prudente e evitará este ato, a não ser que deseje ser eletrocutado.

Então na prudência, a situação é real, vai causar algum tipo de dano a sua integridade física, portanto o seu instinto de sobrevivência irá atuar de forma intensiva (visando a conservação da espécie).

Agora o medo é gerado por algo que ainda nem aconteceu (e muitas vezes nem acontecerá), mas que você sofre só de pensar, ou seja o medo é ilusório. Uma reunião importante, atuar em um novo empreendimento, se declarar para a pessoa amada, viajar e etc.

A diferença então é que a prudência é real, já o medo não.

O medo foi aprendido, seus pais passaram isto para você. Não há necessidade de culpa-los, porque era o que eles também conheciam. O fato é que se você aprendeu, você pode desaprender.

Exatamente como fez, com alguma pessoa ou situação desconfortável, que você ignorou e nunca mais nem lembrou.

O ser humano é adaptável a qualquer situação, ele é extremamente inteligente.

Na PNL (Programação neurolinguística) podemos desprogramar, o que havia sido programado anteriormente.

Com visualização, ensaio mental e palavras, conseguimos retirar o medo de nosso corpo e consequentemente ter mais qualidade de vida.

Como a proposta deste artigo é te ajudar com 3 passos práticos, vamos a eles:

Passo 1: Identifique todos os seus medos, escreva em uma folha todos eles;

Passo 2: Quando estiver mais tranquilo, relaxe e veja o primeiro medo que tem, olhando para ele, você vai dizer: Eu, seu nome, assumo 100% da responsabilidade por minha vida, isto é uma ilusão. Faça este exercício sentindo. Na sequência diga, para o medo que sente: Ah, isto é bobagem.

Passo 3: Faça aquilo que teme, na hora que for fazer, vai vir todas as vozes na sua cabeça tentando te barrar, estas vozes não são suas, são as programações do passado que ainda estão em você. Então ao fazer aquilo que teme, você vai repetir o passo número 2.

Dependendo da quantidade de medos que você tem, prefira eliminar um medo de cada vez.

E se você tiver alguma dúvida de como fazer, basta entrar em contato no e-mail adriana.mantana@totalmentemulher.com.br que eu tiro suas dúvidas.

Fique livre do medo e tenha mais qualidade de vida.

Pratique, vale muito a pena.

 

Grande abraço.

Adriana Mantana

Coach de Mulheres e Terapeuta

Deixe o seu email e receba as nossas últimas NOVIDADES!!

Responsive image

Adriana Mantana


Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *