O medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo.
É também uma reação obtida a partir do contato com algum estímulo físico ou mental (interpretação, imaginação, crença) que gera uma resposta de alerta no organismo. Esta reação inicial dispara uma resposta fisiológica.
A resposta anterior ao medo é conhecida por ansiedade. Na ansiedade o indivíduo teme antecipadamente o encontro com a situação ou objeto que possa lhe causar algum mal. Sendo assim, é possível se traçar uma escala de graus de medo, no qual, o máximo seria o pavor e, o mínimo, uma leve ansiedade.


Leia Mais

O Patinho Feio (em dinamarquês Den grimme ælling) é um conto de fadas do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, publicado pela primeira vez em 11 de Novembro de 1843.
Um filhote de cisne é chocado no ninho de uma pata. Por ser diferente dos demais filhotes, o pobre é perseguido, ofendido e maltratado por todos os patos e outras aves.
Um dia, cansado de tanta humilhação, foge do ninho. Durante a sua jornada, ele para em vários lugares, mas é mal recebido em todos. Por fim, uma família de camponeses encontra o "patinho" feio e ajuda-o a superar o inverno.


Leia Mais

Autoconfiança é a convicção que uma pessoa tem, de ser capaz de fazer ou realizar alguma coisa. O termo, que é típico da literatura terapêutica e de autoajuda, é muitas vezes usado como sinônimo de autoestima e de auto aceitação. Uma análise mais detalhada de seu uso mostra, no entanto, que autoconfiança refere-se sempre à competência pessoal, enquanto autoestima é um termo mais amplo. Também "auto aceitação" possui um uso próprio mais restrito e está mais relacionado com o conceito de "aceitação incondicional" da abordagem centrada na pessoa.


Leia Mais

O conhecimento de si distingue-se do conhecimento de outras coisas (as coisas exteriores ao sujeito) por ser imediato, no sentido de não depender de evidências. Pode-se dizer que o autoconhecimento é fruto da introspecção. O sujeito tem acesso privilegiado aos próprios pensamentos, isto é, conhece os próprios pensamentos de uma maneira que os outros usualmente não conhecem. (Wikipédia).

Geralmente colocamos uma máscara e fingimos na maior parte do tempo, ser o que não somos.


Leia Mais

Está com medo de amar?
Está com medo do amor?
A melhor forma de autoconhecimento é se relacionar com o outro.
O relacionamento afetivo, nos desafia o tempo todo, pois ele nos mostra como somos na essência.
A dor e a dificuldade que precisamos olhar e que fugimos. Exemplo: Qual a razão do ciúme? Qual a razão da carência? Por quê desejar viver a vida do outro? Por quê privar o outro da presença dos amigos e família?
Independente do outro, este trabalho é interno e solitário, você com você. A dor que te incomoda é a sua cura.


Leia Mais

O passado é uma parte do tempo e refere-se a todo e qualquer acontecimento em período de tempo anterior ao presente, sendo objeto da história, que identifica e classifica os eventos verificados (Wikipédia).
O passado mal resolvido, traz uma série de situações para o presente atual de qualquer pessoa, pois como caminhar se existe um bloqueio, uma dificuldade ou circunstância ocorrida que não foi transposta?


Leia Mais

De acordo com os psicólogos israelenses Ayala Pines e Elliot Aronson, ciúme é "a reação complexa a uma ameaça perceptível a uma relação valiosa ou à sua qualidade.". Provoca o temor da perda e envolve sempre três ou mais pessoas, a pessoa que sente ciúmes - sujeito ativo do ciúme -, a pessoa de quem se sente ciúmes - sujeito analítico do ciúme - e a terceira que é o motivo dos ciúmes – (o que faz criar tumulto). Continue lendo...


Leia Mais

O medo é uma sensação que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo. (Fonte: Wikipédia).
Medo é um estado emocional que surge em resposta a consciência perante uma situação de eventual perigo. A ideia de que algo ou alguma coisa possa ameaçar a segurança ou a vida de alguém, faz com que o cérebro ative, involuntariamente, uma série de compostos químicos que provocam reações que caracterizam o medo. (Fonte: Significados).


Leia Mais

Todos nós temos projetos, planos e sonhos, no entanto muitas vezes começamos e não concluímos nada.
O problema é que ao fazer isto, “dizemos” para o nosso cérebro de forma inconsciente que não somos bons o bastante.
Em suma pegamos um chicote e começamos a nos maltratar.
Exemplos típicos do que estou dizendo é a dieta, a academia, um concurso público e etc.
Tudo aquilo que requer tempo e dedicação.
O que precisamos compreendemos é que não engordamos do dia para a noite, então com certeza teremos que praticar o passo a passo para ter o corpo que desejamos.


Leia Mais

O planejamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro, o trâmite adequado e reavaliar todo o processo ao que o mesmo se destina. Sendo, portanto, o lado racional da ação. Tratando-se de um processo de deliberação abstrato e explícito que escolhe e organiza ações, antecipando os resultados esperados. Esta deliberação busca alcançar, da melhor forma possível, alguns objetivos pré-definidos


Leia Mais